6 de agosto de 2009

segue

segue as pisadas do teu desejo,
do teu alento,
da tua vontade.
segue onde as folhas rodopiam,
pelo chão de vidas,
com Outonos de mudança...
sopros de esperança.
segue ao alcance daquela luz,
que sentes ser para ti,
que julgas poder iluminar-te.
ergue o rosto ao sabor do vento,
inclina a tua alma e venera o tempo,
aos teus deuses, à tua razão, à tua decisão.
segue...
caminha altivo e forte,
enfrenta as rajadas da ignorância
e muda um pouco este mundo.
segue...
cura os medos, sara as feridas.
enche corações, devolve sorrisos.
cultiva a humildade e os teus amigos.
e algures,
numa margem de um rio que corre lentamente para um mar.
alguém sussurra por uma primavera.
no silêncio, na sombra,
na espera.
segue, e aprende…
Que a coragem não reside apenas
Em ir por ali…
aprende um dia a dizer não…
não somente aos que o aceitam em silêncio,
mas também aos que realmente precisam de o ouvir.

segue.
e sê feliz por tê-lo feito.