8 de julho de 2013

Hoje

Encho o peito e coloco um pé no chão.
e... estou no Agora. 
mais um dia, sendo o único que importa.
e o de amanhã terá a importância deste.
e todos os dias, respiro, inspiro, encho-me de coragem, sonho, sorrio e venham mais.
porque só me importa este.
agradeço-Te por continuar viva, pelas minhas princesas, por tudo o que atraio, pelas almas bonitas, pelas menos bonitas. Pelo que amo, pelo que me doi, pelo que me acarinha.
agradeço-Te por me permitires ter esta capacidade, por nao Te culpar daquilo que colho, por não te julgar pelo que escolho.
e sou em Ti o que és em mim.
Amor.

encho o peito e peço-te o que em humildade sinto que mereço.
Compaixão.

Encho o peito de luz verde água em purpurinas de sonhos e cores.
Encho o corpo de luz violeta em comunhão com os raios dourados do Teu sorriso.

E se um dia não conseguir fazê-lo, trata-me como criança fosse, e perdoa-me.

Agora... é apenas o que é.
Eu... sou apenas eu
Tu... és o Universo que me guarda e me ampara.
O Mundo... é aquele dos meus sonhos
o Amor... é apenas o incondicional...
o resto. não importa
faz parte do pó que assenta.
o Sorriso, é o das minhas filhas.
o grito... é quando me dói a alma.
o silêncio, quando nao forem necessarias mais palavras.

e Feliz será esse silêncio. de uma forma ou de outra.
Ainda que triste,
Grata sou.
Shanti