22 de maio de 2013

Descalça

Tenho o peito e a Alma em modo de mãos cerradas... com tanto para escrever, tanto sentir, tanto chorar, tanto sorrir. Tenho o Mundo e a Consciência Divina e Humana a bater-me à porta... devagarinho... para não me doer muito.
Tenho os sonhos em Mim, porque Graças a Deus me mantenho assim.
Vejo a Vida a passar-me ao lado, o meu sorriso em curtas-metragens como se já não fosse o meu.
Vejo a Luz, em reflexo da minha Gratidão, por não esquecer quem sou, mesmo não o sendo agora.
Mas estou aqui... ainda estou aqui...
E se Me ouves... se Me vês... ainda não desisti.
Dá-me então alento para me descalçar de tanto e ir por aí...

Que assim seja

Que assim seja
Que assim seja.


Shanti.