2 de janeiro de 2008

quarta opção


resguardos de alma
retalhos de sensações...
poder fechar os olhos e sorrir,
sem medo da mão que te toca,

certo do calor que te afaga.
sem frio... sem dor,
sem recuo... sem rancor.

a procura de uma paz... é um caminho tortuoso sim...
a perda significa que se teve, não se deve lamentar...
esse mergulho num punhado de arbustos...

por palavras minhas:
esse resguardo de alma em que te escondes
deves manter sim, mas com uma certeza inabalavel:

o viver intensamente requer a tua presença!
a questão é... a tua vontade de pertencer a essas vidas ou não...

espelho meu com moldura de anjo...
"alma antiga" cujos ventos trouxeram de volta,
ergue os teus braços como se asas fossem...
retoma mais uma vida
e recorda os ensinamentos de outrem.

de mim ... todas as "boas vibrações" deste e de outro mundo!
sempre...